Skip to content

Sobre

O que é O Macaco de Imitação?

O Macaco de Imitação é um blog sobre desenvolvimento pessoal, mas para quem não gosta dessas tretas. O que quero dizer com isso? Que neste blog não vais ler artigos curtos com dicas sobre “como viver”, que podem ser encontradas em qualquer outro site. Não. Aqui vais ler artigos de quem explora novos hábitos, experimenta novos desafios, e investiga a fundo e escreve sobre assuntos interessantes e que quer aprender.

Não falo apenas sobre desenvolvimento pessoal, mas ponho a mão na massa e faço experiências com hábitos e desafios.

Além disso, vais ler sobre as minhas viagens e o que aprendo nelas, mas também esses posts não são os artigos típicos do “vai aqui”, do “experimenta isto” e dos “melhores preços estão ali”.

Por último, o blog é também um espaço pessoal, e por vezes escrevo sobre o que vejo e sinto. Espero que gostes, e também tires proveito, deste lado do desenvolvimento pessoal.

Quem são os leitores do blog?

Eu espero que os leitores deste blog, além da minha mãe, sejam pessoas interessadas por viver bem. Malta que goste de aprender coisas novas, de explorar novos hábitos para melhorar a sua vida e de experimentar desafios porque isso, nas palavras de outro, “é brutal”.

Além disso, escrevo em português. E pretendo atrair os falantes desta língua para um assunto que ainda não está bem explorado neste idioma. Ou que, já se falando nisto, não tem a profundidade que é encontrada em blogs escritos em inglês. A nossa língua é bonita, e temos muitas pessoas interessadas neste tipo de temas.

Quem sou eu e porque escrevo neste blog?

Eu sou o Francisco e tenho 26 anos. Os meus interesses são variados e não gosto da pergunta “o que fazes da vida”, porque acho que as pessoas são maiores do que a soma das suas horas de trabalho.

Sou estudante do doutoramento em Engenharia Biomédica no Instituto Superior Técnico, ensino matemática, e gosto muito de escrever. Leio mais de 30 livros por ano, surfo sempre que posso e adoro viajar – um dos meus sonhos é fazer um ano contínuo a viajar pelo mundo. Também gosto de desenvolvimento pessoal, de me testar e ganhar novos hábitos.

O Macaco de Imitação tem duas utilidades. Primeiro, é um projeto de escrita (no shit!). Segundo, é uma desculpa para a pergunta, “estás a aprender piano? porquê?”. Para não dizer “porque sim”, digo: “porque escrevo num blog sobre desafios e novos hábitos e este mês estou a aprender a tocar piano”.

Séries e Categorias de artigos

Alguns artigos fazem parte de séries que devem ser lidas no total. Até agora são estas as séries disponíveis:

  • 20 Horas a aprender a tocar piano – esta é uma série de 5 posts. Começa por aqui.
  • 6 meses e 6 hábitos – incluí meditação, corrida, alimentação e concentração.
  • Viver à boss – série de 4 posts sobre três animais que vivem na nossa cabeça, e que nos impedem de pensar bem, trabalhar bem e interagir com as outras pessoas corretamente.

Além das séries, todos os artigos estão incluídos numa de seis categorias:

  • Desafios e Hábitos – experiências minhas.
  • Informação – posts que exploram a fundo temas sobre desenvolvimento pessoal ou que pretendem informar bem sobre algum tema.
  • Viagens – as minhas viagens (aos bálticos, a Istambul, à Sicília…) e o que nelas aprendo.
  • Livros – as minhas leituras.
  • Outros – os posts mais pessoais, os desabafos e o olhar crítico sobre o que acontece por aí.
  • Convidado – posts de outras pessoas com projetos e experiências interessantes.

Os meus posts favoritos

O blog tem quase 80 posts (à data de 16/Nov/2016), e tenho com certeza alguns que adoro e outros que não percebo porque escrevi. Estes são alguns dos meus artigos favoritos, abrangendo as várias áreas do desenvolvimento pessoal que escrevo aqui no blog:

Subscreve e visita a página do facebook

Se queres receber notificações por email quando novos posts forem publicados, subscreve no formulário abaixo:

E segue a página d’O Macaco de Imitação no Facebook. Além de aí partilhar os novos artigos, tem conteúdo exclusivo e é um espaço de comunicação eficaz.

Espero ver-te por aí!